Açorda de coentros para o coração….

 
"AÇORDA DE COENTROS PARA O CORAÇÃO"
 
Vivemos numa eterna busca por aquele sentimento misto de paixão e de amor que nos fazem elevar aos céus.
Que nos fazem sorrir sózinhos e ter uma cara de parvos,olhar sempre para o telemovel e para o relogio para saber quando esse momento carregado de felicidade voltará…

 

"Entrega e confiança"

 

Infelizmente estes sentimentos que são tão bonitos vêm-se a desgastar com o contactos com pessoas erradas…vamos ficando vacinados, ou cada vez mais burros, ficamos com medo de tudo para não tropeçarmos e cairmos  (mais uma vez), pk com o decorrer do tempo os ossos vão ficando mais fracos e um dia podem partir de vez.

 

Tempos conturbados têm-me perseguido, tem sido dificil de suportar, estas ultimas semanas podem ser descritas num daqueles gráficos cheio de picos e vales de instabilidade; um gráfico desenhado a traço vermelho grosso onde as variáveis são marcadas pelo stress, boa-disposição ( pouca), doença, nervosismo e cansaço.

 

Definitivamente, o provérbio devagar se vai ao longe é o que melhor se adequa à minha vida.

 

Tenho de seguir ou obrigar-me a seguir por esta filosofia de vida, com pressa nada se consegue, e há coisas que nem lutando por elas se consegue… nem tudo meus amigos, não é por jogar insistentemente na lotaria que vou ganhar, dá-me hipoteses, mas não me garante o prémio. Assim acontece com algumas coisas na vida, não podemos deixar de jogar, mas não podemos deixar que isso tome conta da nossa vida.

 

Sim, todos nós procuramos um destino para dar a esta vida… tomamos decisões, entramos por portas que se trancam por trás de nós, sentimo-nos presos como no “Hotel California”, e quando conseguimos sair a tempo…corremos e pensamos, se ficasse sofreria mais… e então seguimos por outra porta que nos dá acesso a novas experiencias, novas pessoas…

 

Neste momento sinto-me a Alice…olhando para as portas indecisa por escolher, então optei… vou sentar-me, e esperar.

 

Não tenho de me decidir já por que porta seguir, estou cansada de aventurar-me e tropeçar. Tenho os "joelhos feridos".

 

-Olha lá porque não tomas algo?!

-Porque sim. Não há nada que possa tomar que me tire a dor…

-Sim, ok, mas pelo menos poderias tentar?

Talvez, mas nem sempre por tentarmos conseguimos o nosso objectivo.

Sim, mas se não tentares aí é que o objectivo certamente não vai ser conseguido! Não te parece?

-Desculpa lá… quem foi que pediu a tua opinião?!

 

(irra que há gente chata!!!) …rs!

 

Talvez este percurso que por vezes se torna doloroso tenha um propósito, talvez consiga tirar uma lição e enriquecer interiormente, para tomar consciencia do que me rodeia…

 

Será que ter consciencia do que nos rodeia nos torma mais descansados? Não nos tirará o sono à noite? Naquele momento quando somos assolados pelos fantasmas do dia?….

A insensatez faz os tolos felizes. A sabedoria acarreta sempre o sofrimento. Tudo o que é extraordinário sai fora dos padrões da ignorância, obrigando aquele que o reconhece a sofrer as consequências dessa descoberta: a exclusão, o desprezo, o silencio, o sofrimento, a auto-destruição. É como abrir "a caixa de Pandora".

 
Sim….a Alice está à espera.
 
Enquanto isso, quero abraços do Teddy e algo para me adoçar a boca….
 
Hoje preciso….😦
 
 Teddy Bear (Mahi)
 

4 pensamentos sobre “Açorda de coentros para o coração….

  1. Antigos ditados dizem "a esperança é a última a morrer" ou "mais vale só que mal acompanhada" e eu repito-me.. "há mais marés que marinheiros"…
    Mantém a fé e a atitude positiva.
    Abraço
    J S 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s